Mostrando postagens com marcador Saúde. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Saúde. Mostrar todas as postagens

A Organização Mundial da Saúde Defende o Aborto

A Organização Mundial da Saúde (OMS) Defende o Aborto e a Masturbação Infantil, em uma demonstração clara de que os Ensinamentos Bíblicos não são relevantes para a OMS.

O portal de notícia internacional Life Site News fez denúncias revelando o posicionamento da Organização Mundial da Saúde, sobre temas como o "Aborto" e outros.

Vejamos:

1️ - SOBRE A PROMOÇÃO DO ABORTO NO MUNDO

⚠️Não apenas a Organização Mundial da Saúde planeja, há anos, promover o aborto em uma pandemia do tipo COVID-19, também ficou bastante claro até para o mundo secular que a OMS está servindo às estruturas de poder mais corruptas do mundo, em vez do bem comum.”

2️ - PARA A OMS O ABORTO É ALGO LEGAL!

Em seu site, a OMS declara , entre outras coisas, “Toda mulher tem o direito humano reconhecido de decidir livre e responsavelmente, sem coerção e violência, o número, o espaçamento e o tempo de seus filhos, além de ter as informações e os meios para fazê-lo, e o direito de atingir o mais alto padrão de saúde sexual e reprodutiva (ICPD 1994). O acesso ao aborto legal e seguro é essencial para a realização desses direitos.”

3️ - SOBRE A MASTURBAÇÃO INFANTIL

A OMS também apoia programas de educação sexual que aconselham as crianças a serem ensinadas sobre masturbação desde a infância. 

O artigo conclui dizendo que "a pandemia de coronavírus também levantou questões sobre as conexões da OMS com o regime comunista na China".

📖Maio/2020 - Via Life Site News
💻 Tradução/Adaptação: Cristão Alerta
24/05/2020 - Ler Artigo Completo

Compartilhar:

Conceitos Básicos sobre Medicamentos e como Combater COVID-19

Existem alguns conceitos básicos que os profissionais dão como certo que todos sabem. Aparentemente, algumas coisas devem ser melhor explicadas.

⚠️⚠️ Primeiro, ninguém deve tomar o medicamento sem ser examinado pelo médico e aconselhado a tomá-lo. Muitas críticas ao COVID-19 são baseadas no pressuposto de que todo mundo pode acabar e começar a tomar pílulas de hidroxicloroquina como doces.

A IMPORTÂNCIA DO MÉDICO NESTE SENTIDO:
Um médico avalia um paciente e examina fatores de risco, alergias a medicamentos e outras "contra-indicações".

⚠️⚠️ Segundo, não devemos procurar apenas uma solução. Os médicos precisam selecionar o melhor medicamento para cada indivíduo, geralmente tentando um e depois outro.

DOIS EXEMPLOS DE REMÉDIOS SENDO TESTADOS

1) REMDESIVIR ANTIVIRAL

O remdesivir antiviral parece o mais promissor no momento. Celebraríamos essas ótimas notícias se o remdesivir for inequivocamente comprovado.

 Mas devemos esperar ter vários tratamentos que permitam aos médicos selecionar a melhor resposta para cada paciente, em diferentes estágios da doença, diferentes sintomas e diferentes gravidades. Não devemos procurar encerrar nenhuma linha de pesquisa.

O remdesivir é um antiviral que visa especificamente uma enzima no genoma viral (RNA polimerase dependente de RNA; RdRp).

Direcionar diretamente o vírus parece ser a abordagem mais racional, em vez de tratar as respostas inflamatórias subsequentes causadas pelo vírus.

Além disso, o remdesivir tem menos riscos que a hidroxicloroquina para efeitos colaterais graves.

2) HIDROXILCLOROQUINA

A hidroxilcloroquina é um medicamento anti-reumatóide, frequentemente usado quando combinado com a azitromicina antibacteriana (AZT ou Z-pack). Ele pode combater a inflamação e / ou ajudar a transportar zinco para as células, o que reduz a reprodução viral.

⚠️⚠️ Terceiro, o tratamento não é "defina e esqueça".

Mesmo com as melhores decisões, um paciente pode não responder conforme o esperado; monitorar e fazer mudanças é o que os médicos responsáveis ​​fazem.

Os medicamentos podem afetar pessoas diferentes de maneira diferente. Algumas pessoas realmente experimentam um efeito oposto em comparação com outras pessoas. Alguns têm alergias.

As diferenças genéticas podem mudar a forma como as pessoas respondem a qualquer medicamento.

⚠️⚠️Quarto, estamos vendo uma marcha constante à frente dos ensaios clínicos.

Eles estão sendo apressados ​​por causa da crise mundial contra o que normalmente seria um cronograma de 12 a 24 meses.

Esses esforços acelerados envolvem grupos de estudo menores, buscando respostas parciais mais rápidas do que normalmente seriam usadas.

Nossa cultura moderna é impaciente por respostas rápidas. Como é de se esperar em pequenos ensaios rápidos, os resultados podem ser controversos.

Mas um dos objetivos desses ensaios clínicos é descobrir quando, no ciclo de vida de uma doença, um tratamento pode ajudar e sob quais circunstâncias.

Então, um medicamento evita que uma doença se torne grave? Ou pode combater uma doença que já se manifestou com os piores sintomas?

⚠️⚠️ Quinto, os medicamentos são realmente complicados. Praticamente todos os medicamentos não apresentam efeito em algumas pessoas, são benéficos na maioria dos pacientes e podem ser tóxicos para um subconjunto infeliz de pessoas. Portanto, os primeiros testes rápidos e desleixados podem não ser capazes de delinear todas as nuances de qualquer medicamento em teste.

Ouvimos dizer que os pacientes são retirados de algum estudo devido a reações adversas. Essas informações podem ajudar os médicos a prescrever um equilíbrio de vários medicamentos, tomados em conjunto e na dosagem certa.

⚠️⚠️ Sexto, houve confusão sobre a palavra "cura". Nossa informação até agora é que o COVID-19 segue seu curso, por si só, em aparentemente 2 a 8 semanas. Nós não falamos sobre uma "cura" para a gripe. Nós apenas gerenciamos até o sistema imunológico do corpo derrotar a infecção.

O verdadeiro desafio é se os sintomas se tornam tão graves que o corpo não consegue superar o vírus - para que o paciente morra antes que o sistema imunológico possa vencer a batalha. Portanto, tratar os sintomas é importante. Se o corpo puder ser protegido e fortalecido contra os piores efeitos da doença, ganhará tempo e resistência para matar a infecção por conta própria. Alguns tratamentos podem não ser uma "cura", mas ainda são muito importantes.

📖 Maio/2020 - Via American Thinker
💻 Tradução/Adaptação: Cristão Alerta
Compartilhar:

O Começo e a Duração da Menopausa


A menopausa corresponde ao fim das menstruações espontâneas. Este é um processo biológico natural da vida da mulher e significa o fim da fertilidade.

A CONFIRMAÇÃO DA MENOPAUSA

A menopausa pode ser confirmada após doze meses consecutivos sem qualquer período menstrual. Segundo a healthline, a maioria das mulheres começa a desenvolver sintomas da menopausa cerca de quatro anos antes do último período. Os sintomas geralmente continuam até quatro anos após o último período da mulher.

A IDADE MÉDIA PARA A MENOPAUSA

A idade média para a menopausa é 51 e existem muitos fatores que ajudam a determinar quando começará a menopausa, incluindo genética e saúde dos ovários. Perimenopausa[1] ocorre antes da menopausa e é um período em que os hormônios começam a mudar na preparação para a menopausa.

A DURAÇÃO

A menopausa pode durar de alguns meses a vários anos. Muitas mulheres começam a perimenopausa em algum momento após os 40 anos. Outras saltam a perimenopausa e entram na menopausa repentinamente.





[1] Perimenopausa é a fase que marca o fim da vida reprodutiva da mulher e antecede a menopausa. É a aproximação da última menstruação, por volta dos 50 anos, que acontece pela diminuição na produção de estrogênio.


Compartilhar:

Ministério da Saúde libera CLOROQUINA para Todos Pacientes com CORONAVÍRUS

🗞BemParaná|20/05/2020
A orientação do ministério é pela prescrição de cloroquina ou sulfato de hidroxicloroquina, ambas combinadas com azitromicina, mesmo para casos leves. As doses dos medicamentos se alteram conforme o quadro de saúde. O documento avisa que cabe ao médico prescrever e que o paciente deve assinar um termo de "Ciência e Consentimento" sobre o uso da droga.

O protocolo inclui declarar conhecer que o tratamento pode causar efeitos colaterais que podem levar à "disfunção grave de órgãos, ao prolongamento da internação, à incapacidade temporária ou permanente, e até ao óbito."

Nesta manhã, o presidente Jair Bolsonaro afirmou pelas redes sociais que o novo protocolo da cloroquina é uma "esperança" e lamentou as mortes pela covid-19. "Dias difíceis. Lamentamos os que nos deixaram. Hoje teremos novo protocolo sobre a cloroquina pelo Ministério da Saúde. Uma esperança, como relatado por muitos que a usaram. Que Deus abençoe o nosso Brasil", escreveu.


Compartilhar:

A rede municipal de Saúde de São Paulo introduziu o uso de cloroquina


A rede municipal de saúde de Saúde de São Paulo introduziu o uso de cloroquina para o tratamento contra a covid-19, informou o prefeito Bruno Covas nesta quinta-feira (9). "Desde que haja prescrição médica, desde que haja consentimento do paciente ou da família, a secretaria municipal, nossos hospitais municipais vão passar a administrar também a cloroquina", disse Covas.

De acordo com o prefeito, há 6 mil comprimidos disponíveis na rede do muncípio para tratamento, o que permite atender mil pacientes. Covas afirmou ainda que determinou a aquisição de novas unidades do medicamento para o combate da doença.


Em entrevista coletiva, Covas anunciou também que fará na segunda-feira (13) uma reunião com representantes dos setores de comércio e serviços para discutir a possibilidade de adoção de horários escalonados nos serviços essenciais que contuam abertos som o objetivo de evitar picos de algomeração, em especial, tranporte público da cidade.

Brasil
A indústria farmacêutica instalada no Brasil tem cerca de 8,9 milhões de comprimidos de medicamentos à base de cloroquina e hidroxicloroquina. Estes produtos são aposta do presidente Jair Bolsonaro no combate ao coronavírus, mas estão recomendados pelo Ministério da Saúde somente para pacientes internados, pois faltam estudos conclusivos sobre segurança e eficácia da droga.

A indústria afirma que tem capacidade para produzir a demanda pelo remédio, mesmo com bloqueios de exportações da Índia, principal fornecedora da matéria-prima.

09/04/2020 – Via R7


Compartilhar:

VEJA PUBLICAÇÕES EM DESTAQUES ⤵️ :