Princípios Bíblicos para Manter a Saúde Espiritual

🎯
Princípios são inegociáveis quando estamos tratando de assuntos espirituais que preservam a nossa vida de fé, obediência e comunhão com Deus.

A saúde espiritual, com absoluta certeza, depende da observância de princípios estabelecidos por Deus e exarados em sua Santa Palavra. Costumo dizer que certos métodos podem e até devem passar por mudanças em todas as áreas da vida, inclusive a espiritual, porém fica definitivamente estatuído que os princípios mantenedores da saúde espiritual são inegociáveis; não podem, sob qualquer pretexto, ser mudados. Esses princípios estão consagrados e referendados na imutável Palavra de Deus, e confirmados nos exemplos de vidas santas que a seguir estaremos focalizando.

É forçoso falarmos de personagens do Antigo Testamento que sofreram perda da saúde espiritual porque procederam ao arrepio dos princípios normatizados pelo próprio Criador, tal como-o flagelo a que Adão e Eva foram submetidos. A vida saudável de ampla comunhão com Deus perdeu fragorosamente o seu vigor e tão grave foi a quebra e abandono dos princípios que deveriam ser praticados pelo primeiro casal, que as suas tétricas consequências passaram a todos os homens tanto no âmbito espiritual como no natural.

A angústia espiritual se assenhoreia do coração daquele que se afasta dos princípios divinos e se envereda pela senda do pecado. Já o Santo Livro de Deus declara que o salário do pecado é a morte (Rm 6.23). Em Provérbios 14.34, lemos que a justiça engrandece a nação, mas o pecado é o opróbrio dos povos. O abandono dos princípios geradores e mantenedores da saúde espiritual tem-se tornado algo gritante nos nossos dias. Quais os princípios mais vilipendiados pelo homem sem Deus?

👉A obediência — Com toda certeza, a obediência, princípio prescrito por Deus, é algo inalienável na vida do cristão. Esse saudável princípio foi o primeiro rejeitado pelo homem com as consequências aqui aludidas. O nosso comum Adversário é o principal gestor de qualquer ato de desobediência a Deus, isso porque ele, o maligno, não se sente satisfeito quando o homem está espiritualmente saudável. O Senhor Jesus nos diz que o Inimigo veio para roubar, matar e destruir, mas Ele (Jesus) veio para que tenhamos vida com abundância — saudável (Jo 10.10).
👉 O temor do Senhor - Inquestionavelmente, é outro princípio que propicia-nos saúde espiritual em todos os âmbitos e momentos da nossa vida. O corpo pode até estar sob ameaças ou sofrendo certos percalços provenientes de fatores próprios desta existência terrena, mas isso não adoece o nosso espírito quando vivemos no temor de Deus. Paulo fala de uma sã consciência (At 24.16), isto é, saúde na vida espiritual. Os jovens hebreus lá na Caldéia, por seu temor a Deus, mantiveram a saúde espiritual. E relevante dizer que eles conservaram o temor ao seu Deus de forma incondicional (Dn 3.12-27; 6.16-23). É oportuno lembrar que, por conta da preservação desse princípio, não só mantiveram-se saudáveis espiritualmente, mas fisicamente também (Pv 4.20-23).

Nesse mesmo seguimento, encontramos Daniel, que por seu temor, integridade, vida de oração, conduta excelente, princípios inarredáveis da vida dos filhos de Deus, foi preservado espiritualmente e humanamente. Igual exemplo é o deixado por José, o filho do patriarca Jacó, lá no Egito, que se eterniza em nossas mentes e corações. Tal foi o resultado final da sua decisão de manter o santo princípio, que pelo temor a Deus assimilou formando o seu caráter de forma tão passante, que a sua saúde espiritual exala para todos nós o perfume da pureza moral no seu mais elevado grau.

👉 Piedade pessoal – Este princípio não pode ser deixado à margem da vida do cristão que aspira saúde no seu espírito, alma e corpo (1 Ts 5.23). Foi o apóstolo Paulo que sabiamente declarou que o exercício físico é bom para ajudar na manutenção da saúde natural, porém a piedade para tudo é proveitosa (1 Tm 4.8). Uma vida pia desfruta da bênção de Deus e pode amparar-se na promessa do Senhor, que diz:

“O maligno não lhe toca” (1 Jo 5.18; Jo 10.29). Logo, a saúde espiritual lhe é preservada.

👉 A meditação e observância da Palavra de Deus — Este princípio preservador da saúde espiritual é mais importante do que qualquer alimento ou substância que visa a proteger o físico. O natural tem o seu valor que deve ser respeitado, porém é necessário o entendimento que o espiritual é eterno, por conseguinte tem mais valor e, portanto, requer maior atenção. A Bíblia já nos afirma que nem só de pão vive o homem, mas de toda palavra que procede da boca de Deus.

Uma vida que não se alimenta do pão do céu, a Palavra de Deus, indubitavelmente é um ser que não possui qualquer condição de triunfo face às terríveis ciladas do inimigo. O salmista e outros personagens da Bíblia exaltam o valor da Palavra de Deus e os seus efeitos em suas vidas, ora declarando que a Palavra é alimento (Jr 15.16) ora afirmando que sua orientação pode tornar o homem sábio para a vida eterna (2 Tm 3.15) e que pode refrigerar a alma (SI 19.7-8). Mantenhamos o insubstituível princípio mantenedor da saúde da vida espiritual, a Palavra de Deus, e assim preservados espiritualmente teremos a capacitação ideal para vencermos o nosso ardiloso Adversário, tal como ocorreu com o nosso divino Mestre, que, fazendo uso da Palavra, derrotou a Satanás (Mt 4.4).

👉 Sobriedade - E um princípio bíblico que nos ajuda a manter a saúde da nossa vida espiritual. Tal princípio é-nos recomendado pelo apóstolo Pedro (1 Pd 1.13) bem como pelo apóstolo Paulo (2 Tm 4.5). Certamente, no exame da História, que focaliza as grandes vitórias do povo de Deus, sobriedade foi basilar. Agir com prudência constitui uma atitude sadia que propicia saúde à vida espiritual. E assim que o Senhor quer nos encontrar (Mt 24.45 e 46). Isso fala também de sobriedade, que torna a vida espiritual sadia.

👉 Disciplina - Vida disciplinada pela Palavra de Deus segue a senda da prosperidade em todos os âmbitos. Muito falaríamos sobre este relevante princípio, mas face ao exíguo espaço que dispomos, recomendo ao leitor participar assiduamente da Escola Dominical, pois neste trimestre a temática das Lições Bíblicas da CPAD é “Disciplina na vida cristã”. Observe os ensinamentos sobre esta matéria e tenha vida espiritual saudável!

👉 Oração — Finalmente, o primacial princípio da oração que deve constituir a coluna vertebral, conjuntamente com a Palavra de Deus, na manutenção da vida espiritual sadia. O conforto e a orientação de que tanto necessitamos é na oração que obteremos, adicionando ainda que pela oração poderemos adorar, agradecer, interceder, e tudo isso promove em nós saúde espiritual.

Concluímos reafirmando que princípios são inegociáveis quando estamos tratando de assuntos espirituais que preservam a nossa vida de fé, obediência e comunhão com Deus. Mantenhamos os princípios bíblicos estabelecidos para nós como regra de fé e prática e, dessa forma, manteremos a nossa vida espiritual poderosamente saudável para glória de Deus. Que assim seja!

Referências: Artigo: Pr. Temóteo Ramos de Oliveira

Compartilhar:

VEJA PUBLICAÇÕES EM DESTAQUES ⤵️ :