Pastor Bryan Nerren foi libertado após passar sete meses preso injustamente na Índia

Pr. Bryan Nerren
Um pastor americano agora está de volta à sua casa com sua família depois, de ficar preso na Índia por mais de sete meses, devido a falsas acusações.

Bryan Nerren, pastor de Shelbyville, Tennessee, viajou para o exterior em outubro do ano passado para participar de conferências na Índia e no Nepal por duas semanas.

Nerren, que está no comando de um ministério internacional sem fins lucrativos chamado “Asian Children's Education Fellowship”, vem treinando professores de escolas dominicais na Índia e no Nepal nos últimos 17 anos.

O Centro Americano de Direito e Justiça (ACLJ), um grupo de advogados sem fins lucrativos que representa Nerren, relatou que o pastor foi detido e preso ao chegar ao aeroporto de Bagdogra, na Índia, por supostamente "sonegar um imposto” que ele teria de pagar. Nerren estava carregando uma quantia em dinheiro que pretendia usar para cobrir as despesas de sua viagem e da conferência, mas, segundo o ACLJ, a quantia não era suficiente para configurar o transporte do dinheiro um crime.

ALERTA!
A Portas Abertas afirma que "a principal força de perseguição na Índia é o nacionalismo hindu, que defende a crença de que a Índia pertence aos hindus e que pessoas de outras religiões devem encontrar outro lugar para viver, trabalhar e adorar".



21/05/2020 - Ler Artigo Completo

Compartilhar:

VEJA PUBLICAÇÕES EM DESTAQUES ⤵️ :