👇 Destaque do mês

A Preexistência da Sola Scriptura na Igreja Primitiva

A Preexistência da Sola Scriptura na Igreja Primitiva

A doutrina da Sola Scriptura, frequentemente associada ao protestantismo, encontra raízes sólidas na teologia da igreja primitiva. Este artigo busca destacar declarações significativas de líderes cristãos anteriores a Lutero, demonstrando que a ênfase na suficiência das Escrituras transcende o contexto reformador.

I. A ênfase na suficiência das Escrituras transcende o contexto reformador


1. A Afirmação de Atanásio (Quarto Século)

Atanásio, no quarto século, proclamou que as "Escrituras santas e inspiradas são suficientes para a comunicação da verdade." Esta declaração ressalta a convicção de que a Palavra de Deus é completa e capaz de transmitir a verdade essencial para a fé cristã.


2. A Ênfase de Cirilo de Jerusalém (Quarto Século)

Cirilo de Jerusalém, contemporâneo de Atanásio, destacou a importância das Escrituras Sagradas em assuntos divinos e santos. Ele argumentou que nenhuma declaração deveria ser feita sem referência às Escrituras, indicando uma dependência fundamental na revelação escrita como guia na fé cristã.

3. A Convicção de Vicente de Lérins (Cerca de 450)

Vicente de Lérins, aproximadamente em 450, afirmou que o cânon da Escritura é completo e suficiente por si mesmo. Essa convicção reforça a ideia de que as Sagradas Escrituras, no Antigo Testamento, eram consideradas adequadas para orientar a fé e a prática cristã, antes mesmo do surgimento do Novo Testamento.


Antes do advento do protestantismo, as declarações desses líderes da igreja primitiva evidenciam a presença da doutrina da Sola Scriptura. A convicção na suficiência das Escrituras para orientar a fé e a prática cristã já era uma parte intrínseca da teologia cristã muito antes do período reformador, desafiando a narrativa de que essa doutrina é uma inovação exclusiva do protestantismo.


II. A Suficiência das Escrituras na Igreja Primitiva


O debate sobre a importância da tradição católica frequentemente destaca a ausência do Novo Testamento na primeira geração cristã. No entanto, uma análise do ensinamento de Paulo em 2 Timóteo 3.15-17 revela uma ênfase na suficiência das Sagradas Letras (Antigo Testamento) na igreja primitiva.


1. Paulo e a Suficiência do Antigo Testamento

O apóstolo Paulo, em 2 Timóteo 3.15-17, destaca que as Sagradas Letras são capazes de fazer sábio para a salvação pela fé em Cristo. Essa afirmação enfatiza a confiança na Palavra de Deus antes mesmo do surgimento do Novo Testamento.


2. Confiança de Jesus e da Igreja Primitiva nas Escrituras

A atitude da igreja primitiva reflete a visão de Jesus Cristo, que constantemente apelava à Bíblia do seu povo. A igreja confiava na Palavra de Deus total e suficiente, representada pelo Antigo Testamento, antes mesmo da inclusão do Novo Testamento.


III. Compreendendo a Sola Scriptura na Luz da Escritura


Alguns questionam a validade da Sola Scriptura, alegando que a Escritura não ensina explicitamente essa ideia.


1. O que a Escritura Ensina

A Escritura ensina várias doutrinas, como a Trindade, descrevendo Deus como Pai, Filho e Espírito Santo. No entanto, podemos nos perguntar: a Escritura ensina claramente essas doutrinas? Se alguém pensa que a Escritura deveria ensinar de maneira explícita, então concordamos que a Trindade não é ensinada dessa forma.


2. Paralelo com Outras Doutrinas

Assim como algumas doutrinas, como a Trindade, não são explicitamente ensinadas na Escritura, a Sola Scriptura também não é mencionada de forma direta. Entretanto, tanto teólogos católicos quanto evangélicos aceitam essas doutrinas, justificando-as como resumos apropriados das afirmações da Escritura ou decorrências lógicas de outras crenças.


Conclusão

A ideia de que a Escritura não ensina explicitamente a Sola Scriptura, e por isso seria contraditória a crença nela, não se sustenta. Tanto a teologia católica quanto a evangélica aceitam crenças que a Escritura não ensina diretamente, explicando-as como resumos adequados ou conclusões lógicas. A Sola Scriptura, nesse contexto, é uma crença simples e coerente com a abordagem teológica geral.


CURSOS BÍBLICOS PARA VOCÊ:

1) CURSO BÁSICO EM TEOLOGIA Clique Aqui
2) CURSO MÉDIO EM TEOLOGIAClique Aqui
3) Formação de Professores da Escola Dominical Clique Aqui
5) CURSO OBREIRO APROVADO - Clique Aqui


Matricule-se já ! 

Compartilhar:

Revista Digital Cristão Alerta

Acesse Aqui As Edições de Nossa Revista


CURSOS BÍBLICOS PARA VOCÊ:

1) CURSO BÁSICO EM TEOLOGIA Clique Aqui
2) CURSO MÉDIO EM TEOLOGIAClique Aqui
3) Formação de Professores da Escola Dominical Clique Aqui
5) CURSO OBREIRO APROVADO - Clique Aqui


Matricule-se já !